A iniciativa começou há cerca de cinco anos, com o desafio lançado a todas as freguesias do concelho de criarem um grupo de marcha e a partir daí, tornou-se uma tradição comemorar os santos populares e fazer-se, anualmente, o Arraial de S. Pedro, frisou à Voz da Planície Helena D'Aguilar. A vice-presidente da Câmara de Vidigueira prosseguiu frisando que as pessoas se apropriaram desta iniciativa e que os grupos de marchantes têm cada vez mais participantes e jovens.

Todos os anos, a Câmara de Vidigueira convida grupos de marchantes de fora do concelho, principalmente de Lisboa e este ano, vem a Marcha de Alcântara, revelou também, Helena D'Aguilar, dizendo que a expetativa para esta atuação é muita.

Neste sábado desfilam, a partir das 19.30 horas, a Marcha Infantil do Gama e a da Junta de Freguesia de Pedrogão do Alentejo; a Marcha Terras de Pão Gentes de Paz de Vidigueira; a Marcha da Vidigueira - Vila dos Gamas; a Marcha de S. Cucufate de Vila de Frades; a Marcha da Junta de Freguesia de Pedrogão; a Marcha da Junta de Freguesia de Selmes; a Marcha da Cortiça - Santana de Portel; a Marcha do Grupo Desportivo Independente de Setúbal e a Marcha de Alcântara de Lisboa.

O desfile termina às 21.00, na Praça Vasco da Gama, local onde irão atuar todos os grupos de marchantes, de forma individual, com som ao vivo pela Banda Filarmónica dos Bombeiros voluntários. Segue-se o mastro popular, com animação musical de José Santos e sardinhada. As entradas são livres.


Comente esta notícia