João Português

O confinamento ditou novas regras à campanha realizada pelos candidatos à presidência da República, mas o presidente da Câmara de Cuba, João Português, recordou, na passada sexta-feira na Voz da Planície no “Magazine da Semana”, que “as autárquicas são eleições com características diferentes, em que a proximidade nos atos de campanha fazem parte”. Posto isto, referiu que “não se pode correr o risco de se ter um nível de abstenção que perturbe depois o trabalho a desenvolver pelos autarcas eleitos”.

João Português frisou, deixando claro tratar-se de uma opinião pessoal, que “é preciso perceber se podem ser realizadas as autárquicas 2021 no período que está pensado, tendo em atenção que o ato ocorre daqui a 8 meses e que todos os autarcas vão estar centrados no combate à pandemia nos seus concelhos”. olhar para uma série de variáveis e verificar se “há ou não condições para a realização” deste ato eleitoral, “protegendo a saúde de todos”, desde que se “garanta na mesma 4 anos de mandato aos futuros eleitos” é o repto que João Português deixa.

João Português relevou, também, no “Magazine da Semana” todo o trabalho feito pelas diversas entidades que uniram esforços, com a autarquia, para resolver os problemas da pandemia no concelho. Avançou que o número de infetados reduziu nos últimos oito dias e que acredita estar-se a sair desta situação, que levou a autarquia a ajudar o Lar da Santa Casa da Misericórdia de Cuba, com contratação de pessoal e cedência de equipamentos de proteção, num investimento avultado.


Comente esta notícia

Caros Senhores A data das eleições deve ser no inicio de Outubro, já que compete aos novos executivos apresentarem oe orçamentos para 2022, as campanhas dos partidos políticos é que se devem adaptarem ás novas circunstancias, já nada será como dantes no futuro.

ISIDORO ALMEIDA

29/01/2021