reunião camara

Nas Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020, os vereadores afirmam em nota de imprensa que não obstante concordarem com a generalidade do mesmo, até por conter um conjunto de intervenções pensadas e projectadas pelo anterior Executivo, verifica-se que continua a não existir uma estratégia de afirmação de Beja e do concelho.

Vítor Picado considera que falta audácia ao Executivo PS na Câmara Municipal de Beja para ir mais longe na promoção do turismo e nas questões do desenvolvimento económico.

Quanto ao Mapa de Pessoal, Vítor Picado afirma que relativamente aos assistentes operacionais a proposta apresentada fica muito aquém das necessidades e este foi um dos motivos que levou os vereadores da CDU a votar contra.

Relativamente à proposta do IMI Familiar também mereceu o voto contra dos vereadores da CDU, consideram a medida “discriminatória” e de aplicação “cega e injusta”, Vítor Picado explica porquê.


Comente esta notícia

Galeria de fotos