Casa Fialho de Almeida

Naquela iniciativa participaram o presidente da Câmara Municipal de Cuba, João Português; a diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira e da Associação Cultural Fialho de Almeida a presidente, Francisca Bicho.

O acordo firmado pelas três entidades referidas, tem por objeto, a colaboração entre os outorgantes, não só no âmbito do Prémio Literário, mas também nas atividades/iniciativas de promoção da literatura/cultura, a realizar no Museu Literário Casa Fialho de Almeida.

João Português, presidente da Câmara Municipal de Cuba, explica o que prevê este protocolo e refere que o prémio, agora recuperado, tem dimensão nacional e internacional.

O Prémio Literário Fialho de Almeida “é instituído pelas três entidades e visa homenagear o escritor alentejano, assim como promover, defender e valorizar a língua portuguesa e a identidade e diversidade cultural da região, as suas tradições, promover e incentivar a criação literária nas modalidades de conto e romance, bem como o gosto pela literatura e pela escrita”, refere o documento da Câmara de Cuba.


Comente esta notícia