caminhos de santiago

A organização é do Departamento do Património Histórico e Artístico (DPHA) da Diocese de Beja, pela Subdirección General de Cooperación Cultural con las Comunidades Autónomas - que tem a seu cargo a Secretaria da Comisión Ejecutiva del Consejo Jacobeo, o órgão máximo do Caminho de Santiago - e pela Subdirección General de Promoción Exterior de la Cultura, ambas pertencentes à Secretaría de Estado de Cultura de España, com a colaboração do Município de Beja.

Este encontro faz parte da programação de Mostra España 2015 e pretende criar um espaço de diálogo entre Portugal e Espanha que visa o intercâmbio de conhecimentos, experiências e boas práticas em torno da realidade patrimonial, ambiental, religiosa e turística do Caminho de Santiago. As declarações são de José António Falcão, diretor do DPHA da Diocese de Beja.

A cooperação transfronteiriça é uma das dinâmicas que vai se explorada nestas jornadas, avançou também, José António Falcão. Acrescentou que o Quadro 2020 e o INTERREG e outos pogramas comunitários podem ser excelentes instrumentos para colmatar algumas lacunas, entra elas a questão da sinalética.

Nestas jornadas participam especialistas nacionais, e estrangeiros, e, entre eles, José António Falcão, destacou a presença do Deão-Presidente da Catedral de Santiago de Compostela.

O programa das jornadas pode ser consultado em www.mostraespanha2015.com/camino-santiago/.


Comente esta notícia