Casa do Alentejo

Todos os eleitos estão cientes da situação pandémica atual, que irá exigir de todos os sócios, alentejanos, entidades autárquicas, sociais e governamentais um apoio especial.

Na associação caíram todos os efeitos da pandemia, desde o encerramento de Março a Julho e a redução de atividade de Agosto a Dezembro, até ao presente, que continuam a existir gravíssimos problemas que impedem de responder inteiramente aos compromissos com os trabalhos, fornecedores e visitantes.

A Casa do Alentejo assume e quer continuar a ser a “Embaixada do Alentejo” na capital, ressaltando alguns dos principais pontos que o corpos sociais apresentaram e pretendem cumprir neste ato eleitoral.

Entre os pontos referidos encontra-se a ambição de continuar a divulgar a cultura e identidade do Alentejo, ao oferecer apoio a todas as atividades culturais em colaboração com as autarquias alentejanas; outro ponto a realçar, para além das obras de recuperação da sede da associação, é a vontade de melhorar a oferta gastronómica.

A Casa do Alentejo situa-se entre as mais antigas associações regionalistas da cidade de Lisboa com uma próspera vida associativa, que remonta a 1923.


Comente esta notícia