castro vilas

Neste conjunto de desenhos, concebidos nos últimos anos da sua produção artística, Vilas reinventa o mundo sustentado na sua natureza mais genuína: um Homem livre que traça na paisagem o horizonte no universo campestre edílico.

Longe da urbe, aqui podemos encontrar o tempo para respirar o ar puro, o tempo para olhar em redor, contemplar a “natureza em contraste” e despertar para a imperiosa necessidade de preservar e respeitar o ecossistema planetário.

Esta exposição pode ser apreciada até ao dia 8 de Março, às 2ª feiras, das 9.00 horas às 17.00 horas, e de 3ª a 6ª feira, das 9.00 às 19.00 horas.





Comente esta notícia