Alqueva

Naquele encontro, o parlamentar pediu informações sobre o ponto de situação das obras do regadio do Alqueva e disse à Voz da Planície que o Conselho de Administração assegurou que a data estipulada, ou seja, o final deste ano, vai ser cumprida, informação que o deixou satisfeito.

Luís Pita Ameixa ficou agradado também, com as satisfatórias taxas de utilização da água do regadio do Alqueva, mas frisou ter ficado "triste" com o facto, de lhe ter sido dada a informação de que a perspetiva de instalação de uma fábrica de beterraba não se confirma. Acrescentou que continua a faltar cumprir o desígnio de captar para a área de abrangência do Alqueva, indústrias agroalimentares.

Luís Pita Ameixa terminou recordando que o Grupo Parlamentar do PS continua a aguardar resposta à questão que formulou relativamente à possibilidade do preço da água de Alqueva poder vir a aumentar. Neste contexto lembrou que aquela possibilidade pode decorrer do facto, de estarem a ser utilizados para o termo das obras do regadio, dinheiros que não tinham como finalidade as questões agrícolas.


Comente esta notícia