mulheres

Segundo os dados do INE, acessíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest e na sua aplicação web Municípios Online, na generalidade dos concelhos do país os homens, trabalhadores por conta de outrem, ganham, em média, mais do que as mulheres, mas há cinco exceções: Ourique, Mértola, Castanheira de Pêra, Nordeste e Lajes do Pico. Aqui, embora por uma pequena diferença, são as mulheres a registar um ganho médio mensal mais elevado. Em Ourique, as mulheres ganham em média mais 10 euros do que os homens.

Os dados foram divulgados por ocasião das comemorações do Dia Internacional da Mulher e "os resultados", afirma o presidente da Câmara de Ourique, Marcelo Guerreiro, dão "alento para continuar a trabalhar na concretização dos apoios sociais, na dinamização da economia local e na afirmação de Ourique como terra de futuro" e "indicadores positivos" que motivam a prosseguir "o caminho de combate às injustiças, às desigualdades e às expressões de violência nas comunidades".


Comente esta notícia