Entrudanças 2020

Música, dança, oficinas, bailes, workshops, exposições, concertos, cante, vinho e gastronomia são os principais destaques do Festival.

O programa é composto por diferentes propostas artísticas, nacionais e internacionais, que transformaram o festival num espaço de diálogo inter-cultural permanente e, onde a dança, a música, o artesanato, o cante e a gastronomia levaram os festivaleiros pela celebração do Entrudo e da cultura alentejana.

Destaque este ano para a apresentação, neste sábado, do projeto artístico-comunitário “Mãos na Massa” dinamizado pelo escultor Eduardo Freitas, autor da peça que nesta edição deu corpo ao cartaz do festival, e Inês Alves. Trata-se de um projeto de artes visuais que tem como tema o pão, o corpo e o barro e que promoveu a reflexão em torno dos valores históricos, sociais e culturais que estes três elementos representam para o Alentejo e que culminou numa exposição coletiva patente no Museu da Ruralidade.

O festival é organizado pela Câmara Municipal de Castro Verde, Associação PédeXumbo e Junta de Freguesia de Entradas.


Comente esta notícia