Computador

A EPCuba refere, também, que “face à pandemia que estamos a viver, e ao recurso ao ensino à distância, alguns alunos da Escola Profissional de Cuba, como um pouco por todo o país, ficaram impossibilitados de ter acesso a aulas síncronas (vídeo conferência) e de poder cumprir na integralidade com os seus deveres escolares, em consequência de não possuírem Computadores.”

É acrescentado, ainda, que esta medida foi tomada por esta escola “atenta e atuante”, que “desde a primeira hora de isolamento tem feito um esforço diário, sistemático e constante, para que nenhum” dos seus “alunos ficasse para trás”. Garante, no final do documento, que é assim que vai “continuar a agir”. 


Comente esta notícia

Galeria de fotos