borrela

O corpo de Leonel Borrela estará em câmara-ardente nas Casa Mortuárias de Beja até às 14.30h deste domingo, seguindo-se o serviço religioso e o funeral para o Cemitério Municipal de Beja.

Leonel Borrela, natural de Loulé (1955), reside em Beja há pouco mais de 40 anos. Licenciado em História pela Universidade de Évora, com vários estudos publicados sobre o património cultural da grande região alentejana, é, contudo, como autodidata, na ilustração de trabalhos científicos e pintura naturalista a aguarela que ocupa parte substancial do seu tempo.

Com algum sacrifício da atividade artística que poderia percorrer e valorizar-se noutros campos mais frutuosos, em temas e técnicas diferentes, nomeadamente na gravura onde, em 1989, fez incursões interessantes, ou até no óleo (iniciado em 1973) e no acrílico, Leonel Borrela opta pela divulgação do património cultural, tentando levar a todos os municípios alentejanos e não só, aspetos da sua história, uns mais inéditos, outros simplesmente curiosos, mas que devem ser devidamente inventariados e preservados.

O autor expõe desde 1973. Realizou cerca de cem exposições individuais e coletivas e está representado em coleções privadas e oficiais em Portugal e no estrangeiro.


Comente esta notícia