Gonçalo Valente

Gonçalo Valente explica porque considera ter sido este um ano perdido para a região, no que se refere ao desenvolvimento sócio-económico, dando exemplos onde faltou apoio público, especialmente nas áreas da saúde e da agricultura. O presidente da Distrital laranja considera que são motivos mais que suficientes para se dizer que a “região ficou, uma vez mais, votada ao esquecimento”.

Gonçalo Valente prossegue deixando críticas a algumas decisões que este Governo tem tomado no setor agrícola, dizendo que quer “matar a agricultura”. O presidente da Distrital de Beja do PSD criticou, igualmente, a ausência de estratégia para o aeroporto e o facto, de continuarem a faltar as acessibilidades ferroviárias e rodoviárias para o potenciar. Gonçalo Valente considera que o “grande problema é que falta vontade política ao Governo para investir na região”.

Quanto a 2020, Gonçalo Valente avança que “nada mais se pode esperar do que continuidade, ainda mais tendo em conta que nas legislativas de 2019 o distrito deu dois deputados ao PS”. Neste contexto acrescentou que “os socialistas vão continuar a fazer igual” e que por isso mesmo, está preocupado e reticente quanto ao futuro da região.


Comente esta notícia