Prova Oral - PSD

Concretizar a ampliação do Hospital de Beja, investir em recursos humanos, com medidas a curto prazo para a fixação de profissionais, com bonificações de ordenado, antecipação das reformas e casas do Estado para alojar as suas famílias e alargar a rede de cuidados continuados são as propostas para a área da saúde. Eletrificar a linha férrea Casa Branca e Beja-Funcheira, concluir a construção da A26 e a sua ligação a Beja, assim como garantir a ligação do IP8 a Espanha foram os pontos que defendeu nas acessibilidades. Ampliar a área de regadio e criar incentivos à agricultura foram algumas das bandeiras defendidas na agricultura.

Henrique Silvestre Ferreira considera que “foi simples responder sobre a região que conhece" e considera que as pessoas perceberam bem as propostas do PSD para o distrito.

O candidato defendeu, ainda, entre outras propostas, a criação de um programa nacional de investimentos 2030 que traduza a verdadeira dimensão e importância do distrito; o aumento do investimento nas energias renováveis e a criação de um regime fiscal compensatório ao empreendedorismo e ao investimento empresarial, de forma a promover a fixação de pessoas.

José Maria Pós-de-Mina integrou o painel de convidados e deu nota “positiva” ao candidato Henrique Silvestre Ferreira. Apontou contudo, como pontos “mais negativos” o facto, de ter desviado algumas vezes as suas respostas para a área que mais domina, a agricultura e nas questões onde foi preciso falar das responsabilidades do seu partido no estado em que o distrito se encontra, em matérias como as acessibilidades e a saúde.

Recorde-se que em 2015, o PSD concorreu no distrito de Beja coligado com o CDS-PP e que obtiveram 14.980 votos, resultado que garantiu a eleição ao PSD do terceiro deputado por Beja.


Comente esta notícia

Galeria de fotos