VALAGUA

O evento, aberto ao público, reuniu cerca de 50 participantes e contou com a participação de diversos especialistas em representação das universidades de Huelva e do Algarve, autoridades envolvidas na gestão dos setores da água e da conservação da biodiversidade, entidades da administração regional e local e ONG's.

Em jeito de balanço, Maria Bastidas, Coordenadora do projeto e técnica da ADPM, entidade promotora da iniciativa, referiu que “o projeto permitiu aprofundar e melhorar o trabalho de cooperação entre Portugal e Espanha em prol da conservação do património natural do Baixo Guadiana, como também reforçar o desenvolvimento local alicerçado neste património.”

Após as Jornadas Finais decorreu, na sede da Associação ODIANA, igualmente em Castro Marim, uma reunião da Comissão Técnica do projeto, na qual os parceiros identificaram prioridades de intervenção futuras e linhas de trabalho a desenvolver com vista a conceção de um novo projeto que permita dar continuidade ao importante trabalho realizado até aqui.


Comente esta notícia