aljustrel vila

De acordo com o município com “estas novas áreas empresariais pretende-se dar um novo impulso ao desenvolvimento económico do concelho, ambicionando-se a criação de zonas potencialmente atractivas para a chegada de novas actividades económicas, fomentando-se o empreendedorismo e a criação de emprego e, consequentemente, a fixação de população no concelho”.     

A área de intervenção da unidade de execução da sede concelho” abrange uma superfície territorial de aproximadamente 13,7 hectares e assume-se como um contributo para a colmatação urbana de uma zona da vila que denota uma estreita relação física e funcional com a Zona Industrial de Aljustrel e também proximidade à Estrada Nacional 2”. Segundo a autarquia “nesta área empresarial, no total, serão edificados 61 lotes, acompanhados dos respectivos arranjos urbanísticos e paisagísticos. A construção vai ser efectuada por fases”.

Quanto à unidade de execução de Ervidel “vai permitir assegurar o desenvolvimento harmonioso e integrado de um território de 4,6 hectares e que também tem uma estreita ligação à EN2”. A proposta, afirma o município “será executada também de forma faseada, propõe a criação de 39 lotes para a instalação de actividades económicas. Solução que será acompanhada de infraestruturas urbanísticas e espaços verdes”.

Em São João de Negrilhos, “a zona de intervenção abrangida pela unidade de execução apresenta-se localizada na parte norte do aglomerado, com uma área inferior a 0,5 hectares”. De acordo com a Câmara Municipal de Aljustrel “está calculada a edificação de 10 lotes e previstos os respectivos arranjos urbanísticos e paisagísticos”. Naquele local já se encontram executadas todas as infraestruturas necessárias para a concretização da futura área empresarial.



Comente esta notícia