Em Beja foi de manhã, no Luíz da Rocha, entre as 10.30 e as 12.00 horas, com “Conversas sobre a Europa”, com os presidentes das câmaras municipais de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, Ourique, Marcelo Guerreiro e de Reguengos de Monsaraz, José Calixto. O deputado do PS, eleito por Beja, também participou nesta sessão.

Pedro do Carmo mostrou-se satisfeito pela escolha de Beja para a primeira convenção, que centrou atenções num debate sobre a Europa, uma matéria que diz respeito a todos.

Marcelo Guerreiro, presidente da Câmara de Ourique, recordou que a população não costuma dar grande importância às Eleições Europeias e que é preciso contrariar este aspeto, porque elas determinam o futuro dos países da Europa.

Ricardo Pinheiro, presidente da Câmara de Campo Maior, salientou a importância de se avaliar a continuidade das políticas europeias, centrando atenções nos territórios do Interior e na captação de investimentos para os mesmos.

José Calixto, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, frisou que são muito importantes momentos como este para conhecer as preocupações das pessoas e falar sobre a questão das alterações climáticas, que afeta todos.

Para o PS, a Europa mudou a vida do país, de cada região e das pessoas e por isso, lança o desafio com a realização destas convenções para que os portugueses possam dar a sua opinião sobre a Europa que querem para o futuro, participando assim na construção das propostas e do programa com que os socialistas se vão apresentar a votos nas Eleições Europeias, a realizar em maio. A última convenção, nacional, está marcada para Vila Nova de Gaia, para o dia 16 de fevereiro.


Comente esta notícia