Paulo Monteiro foto

O trabalho, na banda desenhada, de Paulo Monteiro tem vindo a ser distinguido nos últimos dois anos e em 2014 volta a estar em destaque com o "Prix Sheriff D’or 2013", atribuído pela livraria francesa Espirit BD, de Clermont Ferrand ao seu livro "O amor infinito que te tenho e outras histórias".

À Voz da Planície Paulo Monteiro disse que quando percebeu que tinha sido o vencedor nem quis acreditar, porque ganhou num universo onde são editadas, anualmente, mais de 7 mil obras de banda desenhada. Para além da honra que ganhar um prémio como este significa, Paulo Monteiro diz ainda que o mesmo traz também, uma publicidade enorme para a sua obra e novas oportunidades de trabalho para este livro e os próximos a editar.

Recorde-se que a obra "O amor infinito que te tenho e outras histórias", já premiada em Portugal, foi lançada pela editora Siex Pieds Sous Terre e que recebeu críticas favoráveis por parte dos media especializados e de alguns generalistas, como o "Le Monde", em França, para melhor banda desenhada, em três prémios distintos.

O "Prix Sheriff D’or 2013", atribuído pela livraria Espirit BD, de Clermont Ferrand, foi o primeiro, fica a faltar agora saber como vai ser com o "Prix Bulles De Cristal 2014", criado pela livraria Ange Bleu, a Sul de Paris, e "Prix Lycéen De La Bd Midi-Pyrénées 2014", indicado pelos estudantes das escolas da região dos Pirinéus. Os resultados para os dois prémios referentes ao corrente ano só serão conhecidos em Março.


Comente esta notícia