João Pauzinho

A Voz da Planície já ouviu diversos responsáveis distritais dos partidos, centrando atenções em em matérias como o plano de recuperação económica do país, que está em cima da mesa, as eleições nas CCDR's e as atividades políticas programadas para os próximos meses. Nesta terça-feira, João Pauzinho, da DORBE do PCP, fecha esta ronda. Nesta conversa, João Pauzinho deixou claro que “a evolução do país e da região, tendo em conta a pandemia que se está a viver, expôs as suas fragilidades, principalmente no distrito” e que o “PCP tem diversas ações programadas para chamar a atenção para as mesmas e soluções para apresentar, principalmente no que às questões dos trabalhadores diz respeito”.

Com o Plano de Recuperação Económica e Social de Portugal 2020-30 a ser ultimado, João Pauzinho avança que o “PCP está preocupado com as imposições da Europa sobre os financiamentos e considera que deve ser o país a definir as suas prioridades”. Sobre as necessidades da região, este responsável do Partido Comunista Português frisa que a “população está farta de promessas e que é preciso partir para a concretização das mesmas”.

Relativamente às eleições nas CCDR's, agendadas para o próximo mês de outubro, João Pauzinho afirma que “são um simulacro da democracia, porque apesar de serem sujeitas a um ato eleitoral, as comissões de coordenação regionais vão permanecer sem autonomia política e financeira”. Diz, também, serem um adiamento da regionalização. Falou, ainda, do “XXI Congresso do PCP, agendado para novembro em Loures”, que está na terceira fase de preparação, ou seja “discussão da resolução política e eleição de delegados”.

“Tendo em tenção a realidade, da pandemia, que país e região vivem, o PCP tem desenvolvido várias ações e tem outras tantas programadas para os próximos meses, que visam, essencialmente, as questões dos trabalhadores, que viram muitos diretos colocados em causa neste período”. Neste contexto, João Pauzinho avançou com a ação, da CGTP, marcada para este sábado, dia 26, e que em Beja também se vai realizar. As matérias mais pertinentes das escolas estão, igualmente, previstas, disse, ainda, João Pauzinho, revelando as ações a realizar.


Nesta conversa, João Pauzinho fez, ainda, um balanço positivo da Festa do “Avante!”, revelando que foi “um momento de afirmação política” e que “em 2021 será nos dias 3,4 e 5 de setembro, coincidindo com as comemorações do centenário do partido”.


Comente esta notícia