João Dias

O modelo de financiamento é misto, garante João Dias, explicando como funciona e revelando que devido à perda de população, o valor a receber vai diminuir.

João Dias explica, igualmente, como chegou o PCP ao montante de cerca de 2 milhões de euros que a ULSBA não irá receber.

O deputado quer saber, também, porque é que esta entidade, que já está a passar dificuldades financeiras, vai ser sujeita a um corte desta ordem; que medidas pensa o Governo tomar para inverter o subfinanciamento crónico que se verifica na ULSBA; porque razão deixaram de ser feitos os pagamentos extra, por duodécimos, de 500 mil euros, que vinham a ser feitos desde abri até setembro; quantos médicos estão em falta e como pensa a tutela atrair profissionais para esta Unidade; quais os serviços que estão em risco de fechar e se este risco é próximo, nos casos da pediatria e da obtetrícia.


Comente esta notícia