SIMBOLO DO PSD CERTO

O documento do PSD de Alvito fala, também, de um aumento “brutal” dos impostos municipais, aprovados por PCP e "alguns" membros do PS, e de ter denunciado esta questão, situação que, na opinião dos social-democratas, terá conduzido à retificação da mesma. António Freire, da Concelhia de Alvito do PSD, explica o que aconteceu.

O PSD prossegue com as acusações dizendo que há “incompetência dos dirigentes tanto dos que compõem o órgão da Câmara como dos que dirigem a Assembleia Municipal, onde o desnorte é completo”. Neste contexto, o PSD de Alvito sugere que a “Mesa da Assembleia Municipal se demita para bem do bom funcionamento deste órgão”.

A nota de imprensa fala, ainda, de “várias tentativas de silenciar as vozes discordantes e de controlo absoluto das instituições do concelho por parte do PCP”, referindo-se, entre outros aspetos, à “prepotência e arrogância” do presidente da Câmara Municipal, António João Valério. As declarações são, igualmente, de António Freire.

O PSD de Alvito fala, igualmente, de projetos que dizem estar nos planos do Executivo, mas cujo financiamento não “está contemplado no orçamento autárquico”. Entre eles a cresce/infantário de Vila Nova da Baronia, a nova escola profissional e um novo bairro em Santo António.

As criticas visam, também, a forma como decorreu este ano a Feira dos Santos, o dinheiro gasto no Parque de Feiras e Exposições, os acessos ao concelho que o PSD diz serem “miseráveis”, assim como “as estradas da responsabilidade municipal”.

O PSD de Alvito garante, ainda, que este Executivo “assobia para o lado na questão dos caminhos de ferro”, tal como no apoio à implementação de empresas, que dizem ser “nulo” e acusa, igualmente, esta composição municipal de não ter “um projeto de valorização do património local” para “Alvito a Capital do Manuelino”.

A nota de imprensa termina voltando a acusar o PS de estar calado, “a fingir-se de morto, certamente na esperança de algumas migalhas lhe caírem no prato.”

Contacto pela Voz da Planície, o presidente da Câmara Municipal de Alvito, António João Valério, remeteu para mais tarde uma resposta às acusações do PSD.

A Voz da Planície chegou à fala, também, com José Trindade, eleito do PS na Assembleia Municipal de Alvito, que disse à nossa estação não serem verdadeiras as acusações efetuadas aos socialistas que integram os órgãos autárquicos. Neste contexto explicou que o que está em causa é um "elemento do PS, que se tem abstido, ajudando o PCP no Executivo". O eleito José Trindade quis deixar claro, que "os socialistas votaram contra a proposta de aumento do IMI", exceto o elemento do PS em causa, que identificou como sendo "o presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova da Baronia".


Comente esta notícia