EDIFÍCIO CÂMARA DE BEJA
Os vereadores da CDU na autarquia de Beja propuseram, na última reunião de Câmara, a suspensão da aplicação do novo horário de trabalho que aumentou de 7 para 8 horas diárias, ou seja, de 35 para 40 horas semanais. Os vereadores recordam que esta medida do Governo de coligação foi alvo de uma providência cautelar por parte do STAL.

Miguel Ramalho, vereador da CDU, afiram que todos os municípios do distrito, com excepção de Beja suspenderam a aplicação da nova legislação até haver uma decisão sobre a iniciativa do STAL.

Miguel Ramalho critica ainda o actual Executivo, liderado pelo PS, de não ter ouvido em todo este processo os representantes dos trabalhadores, ou seja, os sindicatos.

Comente esta notícia

Não precisam fazer alarido com as 40h.... Desde Segunda-feira, quando souberam que ganhou a CDU, a malta lá da Câmara de Beja nem as 35h cumpre. Entram às 9h e depois \"assobiam pro ar\".... É um fartar de... \"respirar finalmente de alívio\". LOLOLOL

Bejense

30/11/-0001