talha

No âmbito da candidatura de vinho de talha a património imaterial da humanidade, reputa-se como determinante, a aposta num conjunto de ações prioritárias que importa operacionalizar e das quais se destacam a condução de um processo de investigação científica sustentado no reconhecimento exaustivo dos métodos e técnicas de produção vitivinícola que permita identificar a especificidade do bem cultural objeto de estudo, a sua caracterização e o seu entrosamento com as comunidades que o vivenciam.

A reunião técnica que junta, em Vidigueira, no final deste mês, todos os municípios envolvidos na candidatura tem como objetivo constituir as equipas, que vão realizar em cada um dos concelhos, o trabalho daqui para a frente.


Comente esta notícia