Rádio Voz da Planície - 19/06/2017 - 00:00 - Imprimir



O Real Convento de Nossa Senhora da Conceição, monumento que acolhe o Museu Rainha D. Leonor, em Beja, vai ser objecto de intervenção ao nível da arquitectura, como a requalificação do telhado e das infraestruturas eléctricas. O anúncio foi feito por João Rocha, na cerimónia que decorreu no museu para apresentação dos resultados da primeira fase do projecto de valorização do seu acervo, e que contou com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

O presidente da Câmara Municipal de Beja assegurou que a CIMBAL vai lançar o concurso público para a realização da empreitada em Julho, e estimou que as obras deverão arrancar em 2018.

Para uma segunda fase, serão feitas intervenções para modernizar o interior do museu e instalar uma nova iluminação cénica exterior.

Para João Rocha, a intervenção no plano da cultura não se traduz em custos mas sim em investimento, capaz de gerar desenvolvimento sustentável, assegurando que o Município de Beja vai continuar a investir na cultura.

COMENTE ESTA NOTÍCIA