António Costa quer reforço do PS nas eleições autárquicas
António Costa quer reforço do PS nas eleições autárquicas

Inês Patola - 25/09/2017 - 00:00 - Imprimir


António Costa quer reforço do PS nas eleições autárquicas


Casa cheia, no almoço de apoiantes à candidatura “PS/Somos Beja” que, ontem, decorreu, nas instalações do NERBE/AEBAL na presença de António Costa, secretário geral do PS e dos candidatos socialistas às 14 câmaras do distrito de Beja.

António Costa, falou da importância do reforço do PS nestas eleições autárquicas para dar continuidade ao trabalho iniciado há dois anos e que já deu resultados. António Costa apontou o exemplo do IP2 e da A28, querendo referir-se à A26, e deixou a garantia que este projecto há-de continuar o seu percurso.

Pedro do Carmo, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS, destacou o facto de, pela primeira vez as listas do PS, em Beja, terem atingido a “paridade” e falou da grande diferença destas eleições, porque, no passado, muitas vezes, mesmo em eleições para as autarquias locais, eram pedidos cartões “amarelos e “vermelhos” aos Governos e agora não, aquilo que é pedido é um cartão “verde”.

Paulo Arsénio, cabeça de lista da candidatura “PS/Somos Beja” não alinhou pelo mesmo diapasão e considerou que o eleitorado é adulto e sabe separar a acção governativa e a acção autárquica. Quanto à presença de António Costa, neste almoço, Paulo Arsénio afirmou que foi a resposta a quem tinha dúvidas que o secretário geral do PS não viria a “terras” da CDU, porque não seria bom para a “geringonça”.

Para além de abordar algumas das propostas do programa eleitoral, Paulo Arsénio, deixou também criticas ao “principal e único adversário” acusando-o de arrogância e falta de humildade.

Paulo Arsénio aproveitou a presença de António Costa para “pedir” que não estando para já assegurada a electrificação da linha férrea entre Beja e Casa Branca que, pelo menos, haja uma outra atenção às condições que são oferecidas aos utentes desta linha. Um pedido que ficou sem resposta no discurso de António Costa.

COMENTE ESTA NOTÍCIA