Resultados eleitorais não atingiram objectivos da CDU
Resultados eleitorais não atingiram objectivos da CDU

Inês Patola - 09/10/2017 - 00:00 - Imprimir


Resultados eleitorais não atingiram objectivos da CDU


A DORBE do PCP considera que os resultados alcançados na região não atingiram os objectivos que tinha traçado, de manter e reforçar eleitoralmente a CDU 

Esta ideia saiu da última reunião da DORBE onde foi analisada a situação situação social e política e particularmente as eleições autárquicas, o desenvolvimento da luta e as tarefas partidária como afirma, Miguel Madeira, da DORBE do PCP.

É também considerado que a vasta acção e intervenção dos eleitos da CDU nos vários órgãos com destaque para a obra realizada nos concelhos e freguesias onde a CDU em maioria geriu o poder local foi importante e decisiva para a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida e do desenvolvimento dessas localidades, destacando-se o papel dos eleitos e dos trabalhadores das autarquias. Nesse sentido, e sendo essa uma das principais premissas da razão de ser do Poder Local democrático e dos seus eleitos, considera que outras motivações poderão ter influenciado negativamente o voto em alguns casos com as consequências conhecidas, designadamente um resultado que é também inseparável, entre outros factores, das consequências, directas e indirectas que a transformação de eleições locais, em eleições de natureza nacional acarretou, não estando ainda presente a consciência de que as possibilidades de ir mais longe e seguir em frente seriam sobretudo asseguradas com o voto e o reforço da CDU e não do PS.

Ainda segundo, Miguel Madeira, o resultado das eleições autárquicas não reduz a determinação do PCP de continuar a intervir para responder aos interesses e aspirações dos trabalhadores e do povo.

A DORBE DO PCP garante que não se deixará condicionar por pressões ou por resultados eleitorais, sejam eles quais forem, não se desviará do seu compromisso com os trabalhadores e o povo e que só quem não conhece este Partido, a sua história e a sua coerência, pode alimentar essa ilusão.

COMENTE ESTA NOTÍCIA