rede museus aljustrel
Os técnicos que integram a Rede de Museus do Baixo Alentejo, consideraram prioritário privilegiar, no seu encontro anual de 2016, o tema das "acessibilidades", como forma de alertar as tutelas e a sociedade em geral, para a necessidade de avançar mais rapidamente na adaptação dos espaços públicos da região, especificamente os museus. A organização do encontro, recorda que embora Portugal possua um vasto e bom conjunto de legislação, promotor de medidas que permitam a utilização de instalações e espaços públicos por pessoas com qualquer tipo de condicionamento físico, verifica-se que apesar das boas intenções do legislador, na prática, muito há ainda por fazer.

Deste encontro espera-se que, através do diálogo com os especialistas convidados, se possam obter consensos sobre um conjunto de medidas consideradas prioritárias e indispensáveis para melhorar as acessibilidades nos museus integrantes da rede, as declarações são de Artur Martins, coordenador da Rede de Museus do Baixo Alentejo.

O encontro conta, na sessão de abertura, com a participação de Nelson Brito, presidente da Câmara Municipal de Aljustrel, João Rocha, presidente da CIMBAL, Ana Paula Amendoeira, Directora Regional de Cultura do Alentejo e de Artur Martins, coordenador da RMBA.

Comente esta notícia