João Ramos  - Banner

João Ramos começou por referir que embora se tenha verificado alguma recuperação de direitos continua a haver muito por fazer nesta matéria. Salientou contudo, o aumento de reformas previsto para agosto e o facto da retoma de alguns direitos ter contribuído, no geral, para a melhoria das condições de vida das populações.

No que se refere à região, o deputado do PCP recordou que há problemas que continuam por resolver, identificando os mesmos e salientando as questões das acessibilidades e da educação, consequência, no entender do partido que representa, dos constrangimentos impostos por Bruxelas, que o Governo do PS não consegue combater e que se refletem depois, na impossibilidade de efetuar o investimento público de que o território carece.

João Ramos revelou ainda, que tal como nos anos anteriores, serão apresentadas "as contas" do trabalho realizado pelo Grupo Parlamentar, durante a 2ª sessão legislativa, assim como o desenvolvido pelo deputado eleito por Beja e as iniciativas realizadas, comparando-as com as efetivadas por outras forças políticas, até ao final deste mês.


Comente esta notícia