PORCO EM MONTADO

A autarquia de Ourique, recorda que "a aposta na fileira do porco alentejano tem sido uma realidade fundamental para a economia local e para a afirmação de Ourique como Capital do Porco Alentejano" e que "no quadro de consolidação desta opção estratégica, o Município e a ACPA-Associação de Criadores do Porco Alentejano têm trabalhado para consolidar a estratégia, ampliar a fileira e lançar sementes para um futuro melhor, mais sólido e com novas oportunidades para o sector e para o mundo rural".

Tendo em vista a criação da PACOOP, mais um pilar no esforço de dinamização e de mobilização do mundo rural, o autarca de Ourique e um grupo de agricultores deslocaram-se a Córdoba, na vizinha Espanha, para contactar com o funcionamento de uma cooperativa de criadores, que contribui para a valorização económica da fileira do porco naquele território espanhol.

Esta visita comprovou como uma pequena comunidade conseguiu transformar o seu trabalho numa economia agrícola pujante, através do papel impulsionador de uma cooperativa que gera anualmente 400 milhões de euros e emprega directamente 700 pessoas.

Marcelo Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Ourique, afirma a criação da cooperativa é mais um passo para a afirmação de Ourique como capital do Porco Alentejano.




Comente esta notícia