derrocada muralha

A  CDU considera que a postura do Executivo socialista relativamente ao património, em particular o Parque Vista Alegre, levou para além de episódios de vandalismo e destruição, à derrocada numa parte da muralha junto da entrada para o acesso à Rua do Sembrano.

Segundo a CDU, esta situação poderá colocar em perigo quer o resto da muralha quer a integridade física de quem por lá passa uma vez que, afirma, o local nem sequer se encontra assinalado.

Vítor Picado, da Concelhia de Beja da CDU, afirma que a situação foi denunciada várias vezes junto do actual Executivo mas até agora nada foi feito.

Vítor Picado recorda ainda que a CDU tinha um projecto delineado, que previa a intervenção nas muralhas da cidade mas, afirma que, ao que tudo indica, foi abandonado pelo Executivo PS.

Paulo Arsénio, presidente da autarquia de Beja, considera que a CDU devia ter "vergonha" por fazer estas acusações, garante que aquilo que pretende é recuperar uma cidade que está em "cacos", recordando que só está à frente do município há 3 meses.

Quanto à intervenção nas muralhas, Paulo Arsénio revela que, no Parque Vista Alegre a obra já está adjudicada e avança que vão também realizar-se obras numa parte da muralha do Castelo, onde houve uma derrocada há cerca de 1 mês.


Comente esta notícia