O encontro, que vai decorrer no modelo de discussão aberta com os participantes, vai incidir sobre a importância da fabricação digital para a transformação das comunidades, dos territórios e seu património.

A sessão conta com a presença da secretária de Estado do Ensino Superior, Fernanda Rollo, da secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, do professor da Universidade de Évora, Filipe Themudo Barata, e do professor da Iceland University of the Arts e artista residente, Samuel Thornton Rees.

Financiado pelo Programa Erasmus+ Juventude em Ação, o “Young Rural Makers”, que decorre, em Aljustrel entre os dias 18 e 31 de julho, conta com a participação de 35 jovens de sete países (Portugal, França, Itália, Republica Checa, Roménia, Polónia e Turquia), com idades entre os 17 e 19 anos.

Trata-se principalmente de uma ação de formação em fabricação digital, que procura também sensibilizar jovens europeus para a importância destas competências para a ativação de comunidades locais e outros valores europeus como salvaguarda e transformação do Património Imaterial e Cultural.

Recorde-se que catorze participantes desses sete países encontraram-se, no mês de março deste ano, nas instalações da Buinho, na freguesia de Messejana, a desenvolver atividades relacionadas com a prototipagem rápida, modelação 3D e robótica criativa, no âmbito deste projeto.

Os promotores do projeto acreditam que esta iniciativa irá permitir a Messejana e Aljustrel diversificar a sua oferta, contribuir para a internacionalização do território e capacitar as instituições culturais que nela operam.

O projeto “Young Rural Makers” conta com o apoio de um conjunto de parceiros do Concelho de Aljustrel que inclui a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia de Messejana e a Santa Casa da Misericórdia de Messejana.




Comente esta notícia