CIMBAL
A CIMBAL considera que as aspirações dos municípios para a concretização do seu projecto de desenvolvimento ficaram muito aquém do real quadro das necessidades e recorda que apresentou uma proposta global de cerca de 36 milhões de euros, ou seja 85% do investimento, mas o valor contemplado foi de 28.698.683 euros, sendo a maior fatia proveniente do FEDER, seguido do FSE-Fundo Social Europeu.

Orlando Pereira, Primeiro-Secretário da CIMBAL, afirma que por parte do PDR não há verbas atribuídas, mas, ainda assim, depois de  algumas negociações ficou a promessa do Alentejo 2020  integrar, através do Programa Operacional do Alentejo, uma adenda ao Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Baixo Alentejo num montante nunca inferior a um milhão de euros.

Ainda segundo, Orlando Pereira, as expectativas da CIMBAL ficaram defraudadas com o Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Baixo Alentejo no entanto, aquilo que se deseja é que o Quadro avance o mais rapidamente possível.

Comente esta notícia