FITA 2019

A iniciativa, que integra mais de 40 espetáculos da responsabilidade de 14 companhias, programadas para os dez dias de festival, decorre em nove concelhos do Alentejo, nomeadamente, Beja, Aljustrel, Campo Maior, Grândola, Ponte de Sôr, Santiago do Cacém, Elvas e, pela primeira vez, o FITA vai estar nos concelhos de Almodôvar e Mértola. 

Em declarações à Voz da Planície, António Revez, diretor artístico do FITA revela que tem boas expetativas para esta edição e recorda os grandes objetivos da iniciativa: aumentar o público e consolidar parceiros.

Em 2019, o FITA conta com a presença de companhias de Portugal, República Dominicana, Argentina, Honduras, Porto Rico, Brasil, Chile e Cuba, país que apresenta esta noite no Pax Julia Teatro Municipal, pelas 21.30 horas, através da companhia Punto Azul, a peça Tierra. 

Neste primeiro dia de festival, o FITA marca, igualmente, presença em Grândola, com a peça "Pareja Abierta", da Companhia de Teatro Memórias (Honduras) e, em Santiago do Cacém, a peça "Kangalutas" é apresentada pela companhia Folha de Medronho, em conjunto com o Grupo de Teatro do Oprimido e com a Lendias d'Encantar (Guiné e Portugal). 

O FITA começa nesta quinta-feira, dia 14, para apresentar 10 dias dedicados ao teatro, que são complementados com uma programação paralela, que aposta em conversas e concertos. 


Comente esta notícia

Galeria de fotos