Congresso Presunto - Encerramento

No último dia do 7º Congresso Mundial do Presunto, em Ourique, o secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito, entregou, em conjunto com Pedro do Carmo, presidente da autarquia, os três prémios atribuídos neste evento.

A Barrancarnes foi distinguida com o prémio Trajectória Empresarial e a Montaraz, com o de Iniciativa Empresarial. Clemente Lopez Bote, da Universidade Complusente de Madrid foi distinguido com o prémio Trajectória Científica.

Na sessão de encerramento, o secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar frisou que é preciso criar valor e riqueza, produzindo mais, criando valor, inovando e aumentando a representação dos nossos produtos dentro e fora do País. Nuno Vieira e Brito citou o Congresso como um exemplo disso mesmo, relevando o facto de ser necessário continuar a apostar no apoio à agricultura e aos produtos endógenos.

Pedro do Carmo, presidente da Câmara de Ourique e da Comissão de Organização do Congresso, disse que este foi um trabalho para as gerações vindouras e referiu que no concelho de Ourique as raças endógenas são criadas em harmonia com a natureza, recordando que neste evento o porco alentejano esteve em destaque.

Capoulas Santos, embaixador do Congresso Mundial do Presunto, tamém marcou presença no último dia do evento, deixando uma palavra de esperança aos presentes, esperando que a próxima PAC vai comtemplar uma verdadeira agrícultura comum e um orçamento justo, que vai ter em consideração os apoios necessárias para as diferentes regiões e que o montado e as raças autoctenes fazem parte desta perspectiva.

Nuno Faustino, presidente da Associação de Criadores do Porco Alentejano, entidade co-organizadora do Congresso, referiu que este evento foi uma oportunidade para os criadores de porco alentejano.

As conclusões dos trabalhos do 7º Congresso Mundial do Presunto foram apresentadas  por José Tirapicos Nunes, presidente da Comissão Científica do evento.

Recordamos que o 7º Congresso Mundial do Presunto, em Ourique, contou com a presença, durante quatro dias, de cerca de 400 pessoas, entre as quais académicos, cientistas, investigadores e profissionais do sector.

De referir ainda, que esta foi a primeira vez que o Congresso se realizou fora de Espanha, que em 2015 assim vai continuar, na medida em que a cidade vencedora da candidatura foi a de Toulouse, em França, mas que existe a intenção de regressar a Espanha em 2017, para se realizar em Toledo.


Comente esta notícia

Galeria de fotos