TrÁFICO

A peça conta a história de uma mulher obscura, Medeia, que dirige um Hotel singular. No Hotel Balneário Olimpo oferecem-se curas de stress a traficantes necessitados de descanso e repouso e com o pano de fundo da crise e da deriva do capitalismo, "Tráfico" serve-se do humor negro para uma leitura satírica da atualidade.

É uma comédia trágica, crua e obscena, estreia esta noite, às 21.30 horas, no Cineteatro Municipal de Serpa e volta à cena, neste mesmo local, no sábado, dia 22.


Comente esta notícia