feira bibliotecas

A organização da “Feira das Bibliotecas” está a cargo da Rede Intermunicipal de Bibliotecas do Baixo Alentejo, constituída em 2018 pela CIMBAL e pela DGBAL-Direção-geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. A iniciativa, que resulta de uma candidatura aprovada pelo ALENTEJO 2020, decorre, de forma itinerante, nas bibliotecas públicas dos 13 municípios da CIMBAL e tem como objetivo promover o trabalho desenvolvido pelas mesmas junto das pessoas das suas comunidades, sublinhando assim a importância estratégica destes equipamentos no território e no exercício de uma cidadania mais informada e consciente, através do contributo dos serviços prestados para o desenvolvimento pessoal e social.

Dar visibilidade às bibliotecas, enquanto prestadores de serviço público, para fora e para dentro é o grande propósito desta iniciativa, esclarece Constantino Piçarra, explicando como.

Esta iniciativa, que decorre durante 2 semanas em cada biblioteca da CIMBAL, apresenta um programa comum e outro autónomo, tendo em atenção as especificidades de cada espaço e do concelho onde está inserido, avançou, também, Constantino Piçarra.

A primeira Biblioteca a abrir as suas portas à “Feira das Bibliotecas” é a de Beja, nesta sexta-feira, dia 29, apresentando um vasto programa de atividades até 6 de abril. Constantino Piçarra referiu que sendo esta uma Biblioteca de referência, e a que tem mais dinâmica, fazia sentido começar na da capital de distrito.

A inauguração da “Feira das Bibliotecas” em Beja está marcada para as 18.00 horas, é no auditório e conta com as presenças do presidente da Câmara, Paulo Arsénio, do presidente da CIMBAL, Jorge Rosa e da secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira.

Excertos da entrevista concedida à Voz da Planície por Constantino Piçarra, coordenador da “Feira das Bibliotecas” da CIMBAL e que pode ouvir nesta sexta-feira, na íntegra, no espaço “A semana vista por...”, no jornal das 17.00 horas.



Comente esta notícia