CEIA DA SILVA FOTO
No caso desta região, para um orçamento de 2 milhões de euros está previsto um corte de 580 mil euros.

Ainda segundo, Ceia da Silva até poderiam ser equacionados alguns cortes mas nunca ao nível que o Governo pretende, o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo reuniu-se, com os vários grupos parlamentares, para os sensibilizar para as consequências negativas que este corte pode ter.

Ceia da Silva tem "esperança" que durante a discussão do documento na especialidade o governo possa recuar porque se trata de uma profunda injustiça a um sector tão dinâmico como é o turismo.

Comente esta notícia