João Dias

João Dias, o deputado do PCP, eleito por Beja, começa por recordar a lição retirada das legislativas de 2015, frisando que os portugueses vão ser chamados, de novo, em 2019, a eleger os seus representantes no Parlamento. Neste contexto referiu que na atual legislatura, o PCP tem lutado, e contribuído, para o retomar de direitos retirados aos portugueses pelo Governo de Passos Coelho e que esta vai continuar a ser uma prioridade tal como, no caso do distrito de Beja, a questão das acessibilidades.

Mas há outras áreas, no distrito de Beja, onde o PCP também vai centrar atenções, entre elas a fixação de jovens e a agricultura, tal como esclarece o deputado João Dias, justificando estas prioridades.

O parlamentar referiu ainda, que o PCP está atento às ações da sociedade civil e destacando o Movimento Beja Merece+ e a Plataforma Alentejo, recentemente criada, João Dias revelou que o partido que representa vai continuar a apoiar e a participar nas suas iniciativas.

No final, o deputado disse que a atividade do PCP não vai mudar porque há eleições legislativas em 2019. Neste contexto, João Dias avançou que o seu partido vai continuar a divulgar o trabalho que desenvolve e relembrou a importância de se poder voltar a eleger, em 2019, os representantes de cada distrito no Parlamento.


Comente esta notícia