Ovibeja 2017

A revelação foi feita por Rui Garrido, presidente da ACOS durante a cerimónia de abertura da 34ª Ovibeja , que decorreu no auditório do NERBE/AEBAL, presidida pelo ministro da Agricultura, Capoulas Santos.

  Rui Garrido falou da Ovibeja e daquilo que a feira apresenta nesta edição e aproveitou, a  presença de Capoulas Santos para abordar algumas "lacunas" com que se debate a agricultura e a região. Uma das questões passa pela instalação de agro-industrias e a concertação que deve existir entre o poder central e as entidades da região, mas neste capítulo, as acessibilidades são fundamentais e Rui Garrido aproveitou para relembrar a importância da conclusão do IP8 e da electrificação da linha férrea.

  João Rocha, presidente da Câmara Municipal de Beja, afirmou que registou a sugestão da ACOS relativamente ao nome do Parque de Feiras e Exposições. Segundo, o autarca bejense  existe toda a disponibilidade da Câmara Municipal para trabalhar em conjunto com outras entidades em prol "desta Terra" que muito tem para dar ao país, mas não esqueceu alguns constrangimentos que ainda existem,  referindo-se às acessibilidades.

  Capoulas Santos, destacou o facto do sector agrícola estar a atravessar um bom momento mas admitiu que há preocupações relativamente à seca, nesse sentido vai ser criada uma equipa interministerial para acompanhar a situação e, se for caso disso, equacionar algumas medidas de apoio.

  Na Ovibeja, Capoulas Santos revelou ainda que foi aprovado, nesta 5ªfeira, em Conselho de Ministros, a área de ampliação de Alqueva.


Comente esta notícia

Galeria de fotos