Vinho de talha branco 2018

Repetindo um êxito que começou em 2017, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito continua com a produção do Vinho de Talha feita exclusivamente a partir de uvas brancas provenientes de vinhas com mais de 100 anos.

As uvas que deram origem a este Vinho de Talha são provenientes de apenas 6 hectares de vinhas, propriedade de associados da Adega que as disponibilizaram para este projeto inovador. Todos são unânimes em revelar o seu «elevado orgulho e expectativa» por verem o seu trabalho recompensado, uma vez que entregaram uvas das castas brancas tradicionais: Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum, algumas delas quase em extinção.

Luís Morgado Leão, enólogo da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito explica que «as vinhas centenárias produzem cachos mais densos, concentrados e muito complexos em aromas e sabores. É por isso que os vinhos de talha obtidos a partir destas uvas são vinhos únicos, intensos e cheios de personalidade. Na nossa Casa das Talhas conseguimos produzir um vinho totalmente diferente daqueles que a Adega produz regularmente».

Atualmente, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito tem, também, em marcha um novo projeto de Enoturismo, a Casa das Talhas, um novo espaço que irá nascer no terceiro trimestre deste ano para dignificar e valorizar as artes associadas à produção de Vinho de Talha, de origem milenar. Este novo projeto conta com o apoio do Turismo de Portugal.


Comente esta notícia