Heli INEM

Esta informação chegou à Voz da Planície, no seguimento das declarações dadas à nossa estação por parte do Vogal do INEM relativas à transferência do helicóptero sediado na Base Aérea Nº11 para o aeródromo de Évora e no decorrer das quais foi invocada uma tentativa de mudança para o Aeroporto de Beja inviabilizada pelos custos apresentados. Neste contexto a ANA Aeroportos de Portugal informa que não recebeu qualquer contacto recente por parte do INEM para este efeito e que os contactos existentes ocorreram há cerca de dois anos, sendo que, na altura, não foi possível garantir as condições logísticas necessárias para o baseamento do helicóptero na infraestrutura.

José Manuel Mestre, vogal do Conselho Diretivo do INEM, confirmou à Voz da Planície que o contacto efetuado tem efetivamente cerca de dois anos e que depois do mesmo, a possibilidade do Aeroporto de Beja foi colocada de parte. Recordou ainda, que o estudo que aguarda aprovação em Conselho de Ministros tem cerca de dois anos e que a deslocalização do helicóptero do INEM para Évora ainda não é definitiva.

O Aeroporto de Beja está naturalmente disponível para avaliar novamente a situação no sentido de procurar viabilizar uma solução que responda aos interesses da região, afirma a ANA - Aeroportos de Portugal no documento enviado à nossa redação e sobre esta possibilidade José Manuel Mestre não se pronunciou, referindo contudo, que ao INEM não chegou esta intenção.


Comente esta notícia