CDU  - Sede Campanha

João Rocha, o cabeça de lista à Câmara Municipal, garantiu que a sua equipa vai trabalhar muito para afirmar Beja no Alentejo e no País e frisou que não vai haver desenvolvimento no concelho com pessoas de costas voltadas. Apelando à união, ao trabalho conjunto e esclarecendo que a sua candidatura é para trabalhar com todos e para todos, apelou ao voto na CDU, a 29 de Setembro, por ser preciso mudar e dar um contributo neste acto eleitoral para isso mesmo.

João Rocha deixou garantias de trabalho, de honestidade e de competência e Carreira Marques, o mandatário geral da candidatura, explicou porque deve voltar a Câmara de Beja para as mãos da CDU. Disse ser fundamental não por uma questão de poder, mas porque a experiência fala pela Coligação, que transformou o concelho e fez obra.

Carreira Marques perguntou onde está o orgulho dos bejenses e referiu que é preciso votar na CDU a 29 de Setembro para garantir a mudança, a continuidade de um trabalho em prol das pessoas e para deitar fora as políticas de faz de conta de uma autarquia que paga mal, que se esquece, que aposta em festarolas, para alguns e que nada deixa.

O mesmo repto deixou Bernardo Loff, cabeça de lista à Assembleia Municipal, pedindo o reforço da votação na CDU nas autárquicas deste ano, na cidade e freguesias, assim como uma votação expressiva que lhe dê a vitória a 29 de Setembro.

Bernardo Loff encabeça uma lista, onde surgem nomes como o de Rodeia Machado, que alguns diziam ter-se afastado da CDU, José Filipe Murteira e outros, como os advogados Isabel Cachopo Pina e Narciso Gaitinha, ou até mesmo o responsável por um dos centros de saúde de Beja, Luís Coentro.

Nesta iniciativa da candidatura da CDU foram apresentadas, igualmente, as listas às Uniões de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista, que tem como candidato Miguel Ramalho e Maria de Jesus Ramires na de Santa Maria da Feira e Salvador.

Em toda a iniciativa, os responsáveis pelos discursos frisaram que as autárquicas surgem num contexto político difícil e que neste acto eleitoral, a população pode mostrar ao Governo que não quer as suas políticas e dizer ao PS que não se esquece da sua responsabilidade na austeridade, votando na alternativa credível que a CDU representa.


Comente esta notícia

Sou um eleitor independente, no passado votei Pulido mas estou arrependido se calhar como eu existe dezenas; promessas fez muitas, Beja capital não se viu, agora vê com o slogan Beja novo Impulso, para quê, para colocar Beja no deserto do Alentejo! Bejenses só existe uma candidatura para mudar Beja do deserto é a CDU... Votem CDU

Jose Augusto Martins

30/11/-0001

Galeria de fotos