Porco Alentejano e Montado

Foi em Março de 2015 que nasceu o Centro de Competências do Porco Alentejano e do Montado. Esta instituição reúne produtores, industriais, investigadores e autarcas e foi criada para elaborar uma estratégia comum nas áreas do conhecimento e da valorização dos produtos transformados do porco alentejano.

Em Portugal há cerca de 1.200.000 ha de montado, dos quais, apenas, 200.000 ha são explorados com suínos, quer puros da raça alentejana, quer cruzados desta raça com outras constituindo os denominados porcos pretos.

A produção extensiva de carne de porco apresenta, pois, uma enorme potencialidade de crescimento, no entanto, os agentes económicos, em vários níveis da fileira, deparam-se com uma série de constrangimentos que o impedem, e têm inclusivamente, efeitos regressivos sobre o próprio sector e as necessidades de negócios dos seus agentes.

É perante este quadro, que o Centro de Competências se afigura como um instrumento fundamental para dar resposta a todas estas questões e aos desafios da fileira do porco alentejano e, para falar sobre esta matéria, são convidados neste Agricultores do Sul, Nuno Faustino, presidente da ACPA - Associação de Criadores do Porco Alentejano) e Inocêncio Seita Coelho, do INIAV – Instituto Nacional de investigação Agrária e Veterinária.

“Agricultores do Sul” para ouvir esta tarde, a partir das 18.00 horas, em 104.5FM ou através da emissão online em http://www.vozdaplanicie.pt/programas/28




Comente esta notícia