Marco Rodrigues

Neste concerto, que tem início às 21.30 horas, os espetadores vão conhecer este último trabalho desafiante que levou o fadista a convidar uma série de compositores e letristas da música pop nacional, como: Diogo Piçarra, Agir, Carlão, Capicua, Luisa Sobral, Marisa Liz e Tiago Pais Dias (Amor Electro), Guilherme Alface e João Direitinho (ÁTOA), Boss AC, Pedro da Silva Martins (Deolinda), entre outros.

“Com produção de Tiago Machado, “Copo Meio Cheio” não é um disco de fado, não é um disco de pop, é um disco de Marco Rodrigues, onde a sua identidade e a sua incrível capacidade interpretativa se encontram mais definidas do que nunca”.

Em palco, acompanhado por um trio de fado e um set de bateria e percussão, Marco Rodrigues apresentará, para além de alguns temas de “Copo Meio Cheio”, muitos dos sucessos que marcaram a sua carreira, como “Homem do Saldanha” e “Rosinha dos Limões” e alguns fados tradicionais incontornáveis.

Este espetáculo é cofinanciado pelo Alentejo2020- Programa Operacional Regional do Alentejo, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER”.


Comente esta notícia