Escola Castro Verde
O protesto tem início marcado para as 8.00 horas, junto ao estabelecimento de ensino, os estudantes vão depois a pé até à Praça da República.

Esta acção de protesto pretende, mais uma vez, denunciar os problemas que os estudantes enfrentam como a falta de obras no edifício que provoca infiltrações, amianto que pode provocar doenças cancerígenas e a falta de aquecimento nas salas de aulas, referiu à Voz da Planície a aluna Bruna Gomes, referindo que a manifestação de hoje junta alunos e pais.

Comente esta notícia