jipe GNR

A APG-Associação dos Profissionais da Guarda vem, em nota de imprensa, denunciar a falta de viaturas na GNR de Beja.
Segundo a APG a situação mais preocupante vive-se actualmente nos postos de Cuba, Alvito e Vidigueira.
José Ressurreição, da APG, afirma que não havendo viaturas para fazer o normal patrulhamento nestes concelhos a segurança de pessoas e bens é naturalmente colocado em causa.
A APG entende que a GNR deve sobretudo, conferir ao cidadão uma imagem de confiança e segurança, preservando para isso a dignidade dos seus profissionais e das condições em que estes prestam serviço às populações. Ainda segundo a APG é tempo do Governo agir, o mínimo que se exige é que os profissionais possam trabalhar em condições de dignidade e com acesso aos meios e equipamentos imprescindíveis à segurança das populações.


Comente esta notícia