Casével

Casével, freguesia de Castro Verde, inaugura hoje uma peça de arte pública como forma de protesto contra o fim da freguesia.

De forma a materializar a tomada de posição contra a já decidida extinção/agregação da freguesia de Casével", a Junta de Freguesia vai instalar na Rua de Castro Verde, junto ao lavadouro da aldeia, uma peça de arte pública com a finalidade de reafirmar a sua identidade territorial e consolidar, de forma manifesta e perdurável, a sua existência.

Da autoria dos arquitectos Helena Passos e Pedro Silva, a peça de arte pública vai ser inaugurada sob o lema "Casével: um Território, uma História, uma Identidade". O evento decorre na data em que se cumprem 37 anos da constituição da 1ª Comissão Administrativa da Democracia, dia 20 de Julho.

Em simultâneo à inauguração da peça, é apresentada uma publicação contextualizadora da iniciativa, na qual constam os nomes  das pessoas que integraram os vários executivos da Junta de Freguesia de Casével, desde 1974 até à actualidade.

Recordamos que a extinção das freguesias de Casével e de Castro Verde tem sido alvo de contestação por parte da Assembleia e da Câmara Municipal, bem como dos executivos de ambas as juntas de freguesia. 


Comente esta notícia