Biblioteca de Beja

Madalena Palma, Inês Féria e Carla Martins são os “rostos” da Associação ESTAR, que tem como objetivo chegar aos que estão em risco de exclusão social, criando um espaço onde possam estar. A Associação ESTAR, nesta primeira fase de trabalho, está a criar e a cimentar parcerias, mas acredita que, com o tempo, a ideia possa vir a ter âmbito nacional, assim como vir a ter uma sede própria, em breve.

Hoje, a Associação Estar dá-se a conhecer ao público e faz a apresentação do projeto SER, o primeiro de muitos que espera desenvolver “para movimentar, estimular e enriquecer a cidade e o concelho de Beja”. É Madalena Palma, presidente da Direção da Associação ESTAR, que faz a apresentação desta nova entidade e que explica no que consiste o projeto SER.

A Associação ESTAR pretende ser “um instrumento sustentável de desenvolvimento social do concelho de Beja” e Madalena Palma, esclareceu que esta entidade nasceu da ideia de três licenciadas em Serviço Social de criarem o seu próprio emprego, realçando o papel importante da Incubadora de Empresas do Baixo Alentejo neste processo.


Comente esta notícia