declaração IRS

A autarquia de Castro Verde aprovou, por unanimidade, uma tomada de posição contra o encerramento das repartições de finanças.

O município entende rejeitar tal hipótese, tendo em conta o direito igual de qualquer cidadão em qualquer concelho ao serviço público prestado e considera que esta medida seria mais uma forma de contribuir para a desertificação do Alentejo e de todo o interior, contrariando qualquer lógica de um desenvolvimento sustentado e equilibrado do País.

No documento é ainda afirmado que a autarquia vai continuar a defender serviços públicos de qualidade, acessíveis em igualdade de acesso a todos os cidadãos e entidades, assegurando igualmente os direitos e postos de trabalhos aos trabalhadores.

Recorde-se que o Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos veio recentemente a público afirmar que, embora não haja confirmação oficial, o governo prepara-se para encerrar 10 das 14 repartições de finanças existentes no distrito de Beja e que nem a própria direcção de finanças da capital de distrito está a "salvo".


Comente esta notícia