Autárquicas 2013 - Almodôvar 1

Com cerca de 7 500 habitantes, distribuídos por 775 quilómetros quadrados, o concelho de Almodôvar apresenta uma grande dispersão demográfica pelas oito freguesias que compõem o Município. São elas Aldeia dos Fernandes, Almodôvar, Gomes Aires, Rosário, Santa Clara-a-Nova, Santa Cruz, São Barnabé e Senhora da Graça de Padrões. Na sequência da reorganização administrativa, o concelho deverá "perder" duas freguesias através da união entre Almodôvar e Graça de Padrões e entre Santa Clara-a-Nova/Gomes Aires.

Em termos político-partidários, Almodôvar sempre foi muito constante. Nos primeiros sete mandatos, entre 1976 e 1997, a população deste concelho votou sempre maioritariamente no Partido Socialista. E elegeu Carlos Gago nos primeiros dois mandatos; António Saleiro nos quatro seguintes e Manuel Ribeiro em 1997.

De rosa, Almodôvar passou de seguida para a cor política laranja elegendo, entre 2001 e 2009, António Sebastião que cumpriu três mandatos em representação do PPD/PSD.

Para as eleições que se avizinham, António Sebastião já não se pode recandidatar a Almodôvar, por ter cumprido três mandatos consecutivos. Depois de ter sido anunciado como cabeça de lista pelo PSD a Beja, António Sebastião decidiu voltar atrás e, presumivelmente, mexer os cordelinhos pelo concelho em que ainda é presidente de Câmara. O resultado deste volte-face foi a saída do PSD e troca de acusações entre o candidato que deixou de o ser, a estrutura distrital do partido, a concelhia e os candidatos laranja já perfilados em Almodôvar. 

Na corrida às autárquicas vão então estar em Almodôvar uma candidatura independente, liderada por João António Palma, actual vice-presidente do Município. Em segundo lugar está o actual presidente de Câmara, António Sebastião.

Pelo PSD e CDS-PP, foi apresentado Ricardo Colaço, presidente da concelhia do PSD em Almodôvar, e presidente da Junta de Freguesia da sede do Concelho. Tem o curso de Professores do 1º ciclo do Ensino Básico e pós-graduação em Higiene e Segurança no Trabalho.

O professor Universitário, de 44 anos, António Bota é o candidato do Partido Socialista.

Pela CDU o cabeça de lista proposto é Joaquim Paulino.

A Voz da Planície sabe que estará em marcha a constituição de mais um movimento extra-partidário. Um dos nomes apontados será Constantino Piçarra, historiador e bibliotecário. 


Comente esta notícia

Galeria de fotos